6 tendências da tecnologia que passam pela Internet

Publicado por Marketing em

É preciso olhar para o aspecto evolutivo das tecnologias no decorrer dos anos, pois isso permite que tenhamos uma perspectiva do que podemos esperar em termos de novas soluções, ideias e possibilidades de comunicação. 

Bring Your Own Device, Inteligência Artificial, Cloud storage e Mobile são algumas das fortes tendências para os próximos anos, segundo previsões de empresas como Gartner, Cisco e Sandvine.

Bring Your Own Device (BYOD)

O conceito de Bring Your Own Device (Traga seu Próprio Dispositivo) é hoje aplicado de diversas formas. Afinal, o escritório invadiu as casas, em função do isolamento demandado pela pandemia da Covid-19, e muitos colaboradores passaram a trabalhar usando equipamentos próprios ou conjugados entre empresa e uso pessoal. 

Ganhando força em todo o mundo, o modelo permite mais conforto e produtividade, além de reduzir custos para as empresas. 

Em contrapartida, claro, é necessário maior investimento na segurança dos dados e informações sigilosas da organização, visto que estarão mais suscetíveis aos ataques cibernéticos. Aqui no Brasil, cerca de 40% das empresas empregavam esse modelo de trabalho antes da pandemia, e a tendência é que, após este período,o número avance, segundo estudos.

Inteligência Artificial

Um levantamento do Gartner prevê crescimento importante no número de dispositivos conectados à internet para os próximos anos. A expectativa é de que só até o final deste ano sejam 25 bilhões de aparelhos. 

O volume de informações em circulação também crescerá de forma exponencial. Prova disso é que a IA já pode ser utilizada em uma variedade de informações da IoT, incluindo imagens estáticas, por exemplo. 

Cloud Storage 

Para o mercado de Cloud Storage, as previsões também são relevantes, visto que o segmento já superou o site Filesharing como a maior fonte de tráfego upstream (upload) da Internet. 

Os próximos dois anos serão marcados pelo aumento do investimento em modelos de negócios como serviço, storage persistente para contêineres, análise moderna e uma nova abordagem de uso do armazenamento de objetos.

Mobile

Outro dado interessante é sobre a proporção de brasileiros que realizaram compras ou pagamentos via smartphone em 2020, número que aumentou de 85% para 91% entre aqueles que acessam a internet pelo aparelho. 

O crescimento se deu muito pela necessidade do isolamento social imposto pela Covid-19. Porém, além disso, o cashback – programa de recompensa por reembolso do valor pago, também foi apontado como um dos motivos desse aumento. 

Hardware e Softwares confiáveis

O estudo do Gartner também verificou que a maioria das empresas se preocupa muito com a segurança, mais ainda depois dos últimos casos de invasão e vazamento de dados. 

Até 2023, as organizações estarão ainda mais focadas na implantação de combinações de hardware e software que, juntas, criem ambientes de IoT mais confiáveis e seguros

Games

O mercado mundial de games bateu recorde em 2020 e deve movimentar US$ 200 bilhões até 2023. No Brasil, o segmento cresceu 140%. Além disso, com a popularização de jogos como o Free Fire, o uso de celulares pelos gamers também aumentou. 

A gigante desenvolvedora de games Etermax teve um crescimento de 120% em usuários ativos diários no ano passado. 

Tudo passa pela rede

De hardware a software, de informação ao uso dela, quase tudo passa pela web, nos dias atuais. Desta forma, não é de se estranhar que diversas das tendências da tecnologia para este e os próximos anos tenham ligação com a Internet. 

Afinal, estar conectado, hoje, é essencial para qualquer segmento de negócio. É pela Internet que empresas operam, colaboram, vendem e entregam em muitos casos. É estando online que muitas companhias mantêm suas operações em andamento, seus clientes bem atendidos, seu crescimento sustentado. 

Disso tudo, o que se tira é que, muito mais do que uma tendência, as soluções e usos relacionados a web são um movimento que veio para ficar, e que não passará, no máximo, aumentará ou se modificará, mas seguirá enquanto houver necessidade de produzir, comunicar, interagir – ou seja, sempre. 

Categorias: Sem categoria

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *